31.12.10

Papéis Em Branco


Papéis em branco. Vida apagada, vida esquecida.
Ano apagado, ano esquecido.
Papéis em branco. Mente em branco.
Vidas que se dependem por relações até então desconhecidas.
Vidas em branco.
Tudo é zero. Muito absoluto.
Essa é a vida.
Quando tudo parecia aceito e entendido,
Tudo resolve mudar.
A vida em branco passa a ser escrita.
Escrita com sangue, com dor, com vontade.
E a mesma vontade se vai, como vem, pro nada e do nada.
E os papéis são escritos e acabados com escritas vermelho escarlate.
Essa foi a página escarlate. Não é mais um simples papel em branco.
E assim se enchem de histórias.
Se enchem de experiências.
Os meus papéis em branco. A minha vida.
Tudo se acontece. Tudo se afirma.
Tantos planos não postos em prática.
Tudo feito com apenas simples rabiscos.
Simples desenhos. Mas desenhos em branco.
Desenhos que não enchem uma cabeça já ocupada.
Desenhos em rabiscos impedem que um simples ponto final seja usado.
Para deixar a obra incompleta e em branco.
Mas isso não pode acabar assim. Tudo em branco.
Obras devem ser concluídas e vidas não devem ser inacabadas.
Papéis em branco. Papéis avulsos.
Tudo preto e branco sem cor.
Tudo feito para ser vivido de uma forma em branco.
Vejo o anormal com tanta normalidade.
Me tornei uma anormalidade.
Um doente crônico.
Será uma praga?. Será um castigo?.
Penso que é mais uma provação.
Mais uma dentre tantas.
E o cinismo me mata.
E a vontade virá uma obrigação e não apenas um gosto.
E gostar me parece estranho. Me parece lúdico.
E viver fica sendo visto como um tédio penoso.
Um doloroso tormento de uma encarnação.
De um ser que lutou por suas páginas em branco.
E agora deve escrever.
Deve preencher com sua melhor letra uma folha nova.
Uma vida nova.
Tantos papéis em branco guardados.
Agora então quem sabe é a hora.
Tantas escolhas e marcas de tintas para escolher.
Não quero uma vida em branco.
Quero viver.

By:AyKe.Hanedef..

Feliz Ano Novo!!!...

30.12.10

Descobertas


O segredo começa no dia 15.
Começa uma fase sem volta. Uma fase crônica.
A descoberta é adiada. Mas é descoberta.
Descobre-se o que se tem no dia 29.
Do 29 para uma vida.
Do 29 para uma vida crônica. Para mistérios.
Sinto dores. Isso me repulsa. Isso me impõe medo.
Peço por vida. Vivo por viver.
Isso assusta-me.
Tantas descobertas. Tantas reviravoltas.
Era tudo muito bom. Agora é tudo mais pra menos.
Era tudo muito bom. Agora água vira veneno.
Mas isso não é questão de carma.
Isso me assusta. Mas não destrói meus sonhos.
Isso é um tropeço. Mas não é um buraco.
Isso é o que eu espero.
Na verdade não espero por nada.
Não quero descobri mais nada.
Mais nada.
Pelo menos para este ano.
Tentar a sorte é ridículo.
Sorte não muda uma vida.
Não vai mudar a minha. Não vai.
Não tive sorte, não tenho sorte, mas vivo.
Tantas descobertas.
Descobri o que é não ter uma mãe.
Descobri que sou uma mentira verdadeira.
Descobri que amigos são importantes.
Descobri que sou amado. Que sou odiado.
Descobri o que é ter dinheiro.
Descobri o que é ter uma doença crônica.
Uma doença que não é fatal.
Mas é crônica.
Isso me assusta.
E me vou.
Por que eu sou.
Sou e sou.
E isto não me impede de viver.
Por que eu sou.
E sei que posso.
Que ano!.
Tenho uma doença.
A verdade?
Tenho saudade.
Além de saudade, tenho doença de crohn.

By: AyKe.Hanedef.

24.12.10

É Natal.

Um único dia em um ano. Momento de alzheimer mental.
Pode ser um recomeço. Pode ser uma morte.
Pois devemos morrer todos os dias, de todas as formas,
Para podermos renascer, ou apenas tentar mudar algo.
Costumes. Nunca perdemos. Nunca. Tudo muito contraditório.
Pensar em contradição remete-me na verdade.
Pois verdades que não são falsas nunca poderão ser verdades.
Esse é mais um natal. Mais um momento reflexivo.
O sorriso deve estampar um rosto de cera.
O amor deve mover um coração frio, já repleto de teias de aranha.
Esse é o ideal do natal. A morte, o nascimento.
Pois tudo que nasce morre em parte, para nascer e morrer.
Neste natal tudo é novidade. O amor, a generosidade, a piedade.
Neste natal posso estar inválido, mais inválido porém é a pouca sabedoria
O querer e não poder. O ser o mesmo.
Mudança: palavra chave de um ano.
De 365 dias que mudaram uma história e um final.
Que mudaram atitudes, que mudaram pessoas e moldaram personalidades.
Chegou. Seria este um banquete de egoístas?
Seria uma tradição?. O que faz isso persistir?
Pode ser amor. Pode ser culpa. Pode ser compaixão.
O natal é um abastecimento de energias,
Já gastas durante os outros dias de um ano.
Essa pode ser minha maneira natalina da vida.
Não acredito no que não posso ver. Acredito também.
Tudo contraditório. Tudo inespecífico.
Mas esse é o natal. Uma lenda. Uma verdade. Uma tradição.
Tudo muito espetacular e fascinante.
As luzes do pinheiro, as vozes que riem, as pessoas que confraternizam.
Pessoas estas que até então não riam,
Não se gostavam, não se aturavam.
Tudo muito contraditório e verdadeiro.
Tudo muito mentiroso e sarcástico.
Mas esse é o natal. Momento de lembranças.
Momento de reviver dores. De celebrar alegrias. De esperança.
Esperança por mais dias trágicos porém felizes.
Felizes porém mentirosos.
Mentirosos porém verdadeiros. São sua vida.
São suas escolhas. É o seu caminho. É sua vida.
Saudade até então não dita.
Esse é o momento. Esse é o natal.
É a grande mentira dos falsos.
Mas também a alegria dos culpados.
Culpados da culpa do abandono. Culpados do caos de suas vidas.
Desejo um feliz natal. E que neste natal você morra.
Mas que renasça com a mesma convicção de que morreu.
Que renasça e aprenda a reconhecer seu caminho.
Que viva de contradição, e não acredite em tudo.
Não acredite em nada. Viva do nada.
Acredite em tudo. Viva do tudo.
Pois tudo é nada. E o nada é o tudo.
Feliz Natal!!.

By: AyKe.Hanedef.

22.12.10

No Final


O que fazer agora que tudo acabou?
Recomeçar.
Final = Começo.
Quando se sente de tudo um pouco.
Um pouco de cansaço.
Um pouco de alegria.
Um pouco de tristeza.
Um pouco de raiva.
Esses poucos foram bons.
Foram compartilhados com grandes pessoas.
Com grandes amigos.
Mas agora, é viva ou morra.
Seguir seria a palavra mas correta.
Saudade o sentimento em maior evidência.
Mas não do ano, e sim dos anjos que nele habitaram.
Tantas loucuras. Tantas cores.
Tanto tudo. Extremos de alegrias e dores.
Busca por tantas coisas.
Respostas para tantas coisas.
Perguntas sobre tantas coisas.
No final só me resta saudade e um deus.
Nada mais.
Mas a amizade nunca some. Nunca se esquece.
Nunca se traí. Nunca se subestima.
Obrigado pelo ano. Obrigado pela dor.
Obrigado pelas pessoas que me odeiam.
Obrigado pelas que gostam de mim.
Obrigado por nada e por tudo.
Eu voltei. E agora voltei recarregado.
Sobrevivi. E agora nada mais me atrapalha.
Sou feliz. Sou normal.
Sou estranho, mas feliz.
E nessa luta diária entre o nada e o tudo,
Tive nada e tudo.
Vivi nada e tudo.
Sou o nada e o tudo.
Isso não é o que é.
Obrigado.
Peço perdão e agradeço.
Mais um final. Mais um nada.
E se me procurarem buscando pelo mesmo,
Não irão achar o mesmo.
Não se veste mais igual,
Não fala mais igual,
Não age mais igual.
Não é nada e nem igual.
Mas obrigado pelo maravilhoso ano.
Obrigado Deus pelo maravilhoso ano!.
Sarcasmo com verdade.
E que verdades sejam ditas.
E que sarcasmos sejam proferidos.
E assim se fecha. E assim se acaba.
Obrigado oh maravilhoso ano!.

By: AyKe.Hanedef.


12.12.10

Lugares


Por que suas amarras?
E por que esta arma no bolso?
Problemas reais das vidas alheias.
Alheias a explicações e a soluções práticas.
Que seguem na contramão,
E buscam um ideal até então verdadeiro.
Mas a verdade é uma máscara da mentira.
Minha verdade não é a mesma mentira.
Minha mentira é sim um pequenino mundo.
Mundo envolvido por desastre e egoísmo.
Vivamente planejado, vivamente desenhado.
Onde tudo pode chegar. Mas não chega.
Coisas complicadas de descrever.
Existirem porém, tão fáceis.
Meu 96. Meu 1°.
Minha vida antes e depois.
Tudo mais pro depois.
Meu mundo preto e branco sem cores.
Este é o meu mundo. Este é meu lugar.
Não será outro que não este.
Todavia, jamais será outro que não este.
Este é meu amor. Amo este lugar.
Bem vindo ao meu lugar. Mas é minha vida.
Vida que está neste lugar.
A vida do depois. A vida do agora.
A minha vida. Um lugar diferente.
Interesses por lugares diferentes?.
Mas este é o seu lugar.
Este é o lugar das estrelas.
O lugar dos adormecidos.
O lugar das pessoas e o meu lugar.
Digo que é meu. Mas é o seu também.
Obrigado por sua visita.
E bem vindo ao meu lugar.
Ao seu lugar. O lugar dos finos diamantes.
O lugar da lapidação.
O lugar do conhecimento.
Este é o nosso lugar.

By: AyKe.Hanedef.

11.12.10

O Ver Verde (V.V)...


Tudo tão verde, tudo tão fantástico.
Tudo é real. Tudo é bom.
Escuto tudo. Sou meu grande fã.
Minha principal orientação.
Mas existe tanta coisa para se fazer.
Mas não coisas fúteis.
Cheguei em um ponto que tenho que escolher.
E escolhi minha felicidade a minha vida.
A maravilha esverdeada.
O mistério do azul.
O fim.
Meu coração se parte, mas não me abandono.
Imploro, mas não choro.
É o que eu gosto de fazer.
É o que eu gosto de ser.
A promessa da real felicidade que cativa,
Que empolga, e diz: Foda-se..
Me desculpe, sou verde, sou feliz.
Não me abandono.
Vejo verde. Não sei mais nem o que disse.
Eu não preciso de favores dos quais não suporto.
Mas venha ver o por do sol.
Isso já é grande o suficiente para mim.
Por que vagar pelas noites?.
Gosto dos sons. Mas venha!.
Relaxar e jogar tudo pro espaço.
Porque eu gosto dos sons. Isso é tudo.
Amo e me amo. Isso não é falso.
Nostálgica sensação da cor preta.
Mas queimo tudo assim como queimei velhos momentos.
Eu realmente não me lembro das tantas "fiestas locas".
Deixar tudo louco e descer para as profundezas.
E renascer do nada. E ser apenas um nada.
Mas essa não é uma simples loucura.
Eu quero quebrar tudo.
Agir como se não tivesse um fim.
Energia que flui momentos perdidos no espaço e tempo.
E gerar um colapso. Quebrar tudo.
Ao som melódico e empolgante da mente.
Vou quebrar tudo. Quebrar minha cara falsa.
Porque este é o momento certo.
O melhor tempo da vida.
Da minha brilhante e unica vida.
Eu sei que tudo é verdade. Apenas os outros são falsos.
Mas tudo se compara com uma grande vadia.
Uma vadia rica. O verde afeta.
Você se torna o bom. O verde.
Começa a fazer tudo com mais verdade.
Todas as galinhas no grande galinheiro.
Todas as porcarias no lugar certo.
Isso é verdade. This is true.
Não deixar pra depois a verdade.
E no fim você está no meio.
Sem ninguém. Só você e seu verde.
Não vai, não escuta.
Mas você está dentro?.
Sem usar nomes. Sem focalizar em pessoas.
Nunca pode ser a mesma coisa.
Mas você está dentro?.
O V de vingança,
Se torna o V de verde vingança.
Mas tudo acontece a três passos do começo.
A três passos do real.
A três passos da mudança radical. Do fazer difícil.
Mas é o que posso fazer.
O centro de protestos dos quais não tolera.
Mas esse é o começo da besta.
E o final do texto.

By: AyKe.Hanedef.

5.12.10

Sem título, somente palavras...

Acordei 6:10 da manhã de um Domingo,
Essa é minha rotina semanal. Ou era.
Mais um ano se acabou.
O que eu fiz neste ano?. Eu perdoei?. Eu chorei?. Eu sorri?.
Eu mudei?. Eu sou o mesmo?.
O que acontecerá agora?. Qual o meu futuro?.
Tantas lembranças boas com amigos.
Histórias intermináveis para um período com fim e data marcados.
Perde-se uma familia, mas ganhasse muito também.
Ganha-se acima de tudo inteligência, e o sentimento de saber amar.
Amar a tudo que se perde, e a tudo que se conquista.
Mais um ano acabou. Mais uma fase cumprida.
Quantas pessoas marcaram nossas vidas.
Quantos odiamos, com quantos sorrimos e até choramos.
Brigamos. Ficamos cansados mais não desistimos.
A vida pode ser injusta. Pode te tirar tudo.
Mas você sabe que o que você viveu ficará para sempre na memória.
Na memória: duas palavras que despedem-se,
E que indicam que tudo acabou.
Mas teve um final grandioso. Para pessoas grandiosas.
Tudo que aprendemos moldou nosso caráter.
Aprendemos com dor, com raiva, alguns por obrigação,
Mas aprendemos. Mas conseguimos um resultado.
Isso pode ser o fim a alguns, mas é um começo.
Temos uma vida que nos aguarda, temos nossas vidas.
E como somos os melhores, faremos também o melhor.
Seremos tudo que projetamos, teremos tudo que queremos ter.
Grandes finais para começos triunfantes.
Grandes despedidas para rencontros calorosos.
Grandes amizades para uma vida toda.
Que oportunidades não faltem,
Que determinação e confiança em si não tenham limites,
E que você aprenda a ver o dia como um pedaço de sua vida.
Aprenda que todos podem ser tudo, podem vencer tudo,
Que a vida vale a pena,
E que um sorriso muda a sua vida e a das outras pessoas a sua volta.
Nunca se esqueçam desses momentos,
Por pior que eles possam ter sido.
Eles serão únicos. Serão sua base para o futuro.
Não desista tão facilmente. Ninguém desistiu de você.
Por isso você está aqui. Mas não pare neste ponto.
Continue e realiza-se. Você terá saudades,
Mas esse apenas é um dos tantos finais felizes dos contos de fadas,
Dos mais especiais dos momentos, que passará por sua vida.
Tantos finais e tantos começos.
Encare isso como uma estação de metrô:
"Uns vão para seu destino, outros chegam para buscar um destino."
Chegou nossa hora, rumo a um destino, rumo a uma vida.
Mas não se esqueça, que uma amizade feita sempre valerá ouro.

By: AyKe.Hanedef.

3.12.10

Um Dia de Chuva


Chuva que cai lá fora,
Escuridão tão vazia que se tem aqui dentro,
Aqui é triste, aqui é monótono.
O vazio que se enche. Mas de móveis já usados.
De sensações já sentidas.
De remédios antes não curáveis,
Que abrem agora cicatrizes maiores ainda.
Com o tempo lá fora chuvoso,
O espelho se reflete em mim e minha vida.
Um verdadeiro ano sem sol, ou com alguns resquícios.
Tudo melhora. Tudo piora. Tudo se faz.
Promessas se quebram, dívidas se esquecem.
Só que tudo volta para o fim das mesmas fases.
Quando te privam até de sonhar,
Quando pensam por você sua vida,
Não adianta chorar, tentar se matar.
A perfeição não existe, mas a liberdade sim.
Cortar os pulsos e se ensanguentar.
Beber veneno e cair no chão sem falar.
Se enforcar, se suicidar, se prender e fracassar.
Tudo se sente aqui dentro.
As saudades em cada canto do coração.
A tristeza do sozinho e do vácuo interno.
A alegria por ser alguém e algo, e só ter algo.
Mas a vida é vazia. Sua conta bancária não.
Mas a vida é irônica. Seus problemas não.
Chuva que cai lá fora,
Escuridão tão vazia que se tem aqui dentro,
Aqui é triste, aqui é monótono.
E existe um monstro esperando para ser acordado.
Ser almejado, ser aclamado.

By: AyKe.Hanedef.

24.11.10

O Meu Dez Para Meia Noite


A criança que brincava,
Veio um trem e a atropelou,
Despedaçou os seus sonhos,
E a criança se humilhou.

E o jovem destemido,
Que lutava por viver,
Tentou acabar com sua vida,
Pois não conseguia mais ver.

Fechou seus olhos já cegados,
E com determinação lutou.
Foi pregado e julgado,
E sem lágrimas não chorou.

Quando crescem suas esperanças,
Gostaria de ser grande,
Mas rebaixa-se como nada,
Julga-se ser elegante.

Oh, tristeza da saudade,
Que belas lembranças sempre tenho.
Com um carinho de uma mãe,
Um aconchego e eu me embrenho.

Se mudasse a carcaça,
Feliz por isto estaria,
Quando mudo me transporto,
Para um futuro de euforia.

Mas o que me resta é fugir,
É desfocalizar o que eu penso,
Pois ainda tenho muito,
Um viver penoso e tenso.

Se me restar só as palavras,
Com entrelinhas escreverei,
Posso ser uma porcaria,
Mas essa porcaria eu serei!.

Não me humilhe com atitudes,
Não me ofenda com palavras,
Buscamos ser menos rudes,
Buscamos lugares e estradas.

Se brilho pela chama,
Me afaga o coração,
Se apago a minha fé,
Viro um egoísta sem compaixão.

Aprendi com o trem,
Que atropelou meus sonhos,
Ver a vida diferente,
Ser um pouco mais risonho.

Descoberto entre estrelas,
Brindam champagnes e doce mel,
Brincam com as velhas crianças,
Embelezam o meu céu.

E a morte traz a foice,
E vem a separação,
Mas com ela vem mudança,
Para um outro rumo, para uma outra direção.

São as facetas da vida,
Que embriagam nossa mente,
A dor transmuta odio,
O medo que me torna doente.

E o fim é doloroso,
Pode ser espetacular,
Mas como tudo começa no começo,
No final tem que acabar.

By: AyKe.Hanedef.

17.11.10

O Mistério

Em um estado de Alpha,
Buscando por metas e por algumas respostas,
Encontro-as.
Soluções que podem ser obvias,
Mas que rendem bons 40 minutos de meditação.
Pode ser obvio, mas é a resposta.
O perdão pode fragilizar, mas faz bem.
Demonstrar o quanto alguém pode ser bom para sua vida.
Algumas centenas de minutos nos mostram muitas coisas.
Alguns minutos constroem uma mente totalmente nova.
O verde do funcho, a flor do mato.
Tudo nos mostra algo que era tão obvio.
Mas saber aceitar sua vida pode ser algo que engrandece o homem,
O impulsiona a um estado de dormência emocional.
Traz sua alegria de volta, sua vontade de viver.
Tudo pode valer a pena.
Tudo é questão de um certo controle e de tempo.
Tudo é um mistério decifrado.
Uma melodia sem ritmo, sem um grande final.
O céu a três passos. O Inferno a dois.
O corpo mutilado por olhares, e engrandecido por inveja.
A alma indecifrável, que conduz e que embeleza o ambiente.
O bagunçado com solução. O pobre fossilizado sem condição.
O grito que assusta o coração, e que movimenta a cabeça.
O susto pelo inquietador, e pelo misterioso.
Mas apenas são motivos para os quais decifro.
Mais soluções do que problemas de imediato.
E remédios que viciam e promovem sabedoria instantânea.
Se entupir de pão, e engolir as palavras com medo da ofensa.
Se estressar e cuspir tudo, com nojo por possuir auto controle.
E fazer das noites uma caçada sem fim.
Dos dias um desastre nuclear.
E da vida uma porcaria, sem condições de recuperação.
Mas são pequenos universos paralelos a uma vida sem motivação.
E pequenos monstros que divinizam o homem.
Gostar pode ser um verbo, ou uma imposição.
Acreditar pode ser um verbo, ou uma grande mentira fantasiosa.
Ser pode ser um verbo, mas pode gerar egoísmo e prazer.
São apenas alguns dos mistérios dos grandes minutos de tranquilidade.
Você não irá encontrar nada de tão grandioso neste caminho.
Não escondo mais minhas próprias opiniões.
Não imponho nada devido as circunstâncias.
Mas gosto de possuir e obter por meus méritos.
Nunca por jogos banais, nunca por coisas banais.
I'm saving up my words.
Poupo meu fôlego por o que está por vim.
A corrida do ouro está apenas no seu inicio.
Preparai a sabedoria como arma, o egoísmo como evolução.
Com o trágico final, penso em mutualidade.
Com o triunfante começo, penso em mim mesmo.
Aprender pode ser estimulante,
Neste mundo onde sofrimento é a base do começo para o sucesso.
A base para a derrocada final. Para a triunfante manifestação do ser,
Para a avareza, e para sua própria felicidade.
Grandes méritos, para grandes sofredores.

By: AyKe.Hanedef.


8.11.10

O Enigma Da Mente


O sono que corroía a minha face empalidecida,
O cansaço do meu corpo, e alma comovida.
A ignorância que seduz e domina o corpo,
A exigência, a palhaçada, e se deita já morto.
Mas é o que se tem para hoje!.
Ser imbecil para ser normal.
Ser estranho e desagradável, ser o paranormal.
O esclarecimento e o entendimento falso.
O golpe na face para dar um novo passo,
Mas é o que se tem para hoje!.
A fome que se estampa no rosto,
A vontade de pular no pescoço,
A vontade de matar o dragão,
De matar a verdade e destruir a união.
A caçada apenas está no seu início,
O grande e triunfante momento, o grande princípio.
E movimentar-se e construir pilastras de sal.
E erguer um império sabendo de seu mau.
Mas é o que se tem para hoje!.
Pode ser o que se espera para amanhã, mas é hoje.
E tudo se inicia, com o cadáver já podre.
Você é o produto de um mercado opressivo.
Mas é o que se tem para hoje!.
É apenas o que se tem para hoje.
Para ataques que ferem minha liberdade,
Para imbecis que usam da crueldade,
Quando me velo feliz e livre, tudo se acaba.
Mas é o que se tem para hoje.
Com a descoberta, o medo.
Com a liberdade, o desejo.
Ser achado e descoberto,
Pelo nome me chamou, ele foi certo,
Mas me atacou e me privou a liberdade,
Foi o que tive para ontem.
Espero que hoje não ocorra.
Posso me movimentar, posso dormir e sonhar,
Corro riscos, tenho medo de morrer.
Mas é o que se tem para hoje!.

By: AyKe.Hanedef.

3.11.10

Felicidade 3 Minutos


A resposta sempre vem por caminhos até então desconhecidos.
Nada pode ser errado, por tudo ser transformado,
E no final tudo ser igual.
Tudo que Deus quis, eu não queria.
Mas o que eu não queria me fez bem. Me faz bem.
Não parar. Ir e lutar. Não deixar o fracasso abater.
Ter fé. Fé é nossa luz que acendemos e ninguém apaga!
Acreditar!. Nossa própria energia é a fé.
Quando achamos nossas respostas, encontramos a felicidade.
Fogos de artifícios queimam nosso coração, e você sorri.
Você pode. Você é capaz. Você desperta olhares. É feliz.
Amar a vida, bastar-se a si mesmo, amar a si mesmo,
Tudo é felicidade. Tudo é amor. Tudo sobre sua vontade.
Você luta e consegue. Você se move e tudo acontece.
Depende de você. Depende do que você realmente tem por dentro.
Brilhe mais que o sol. Mais que a lua!.
Mostre que se você quiser, você pode.
Tudo é questão de atitude, movimento e amor.
Se goste de como você é. Não como gostaria de ser.
Mas mude com a mesma frequência que trocar de roupa.
Todos irão olhar para você e pedir por mais.
Desperte a curiosidade. Use o mistério a seu favor.
Não manipule. Não seja manipulado.
Dê-se mais a você mesmo. Tudo reage, tudo tem consequência.
Não desperdice sua vida. Ela pode ser a última.
Posso viver, posso morrer, mas sou feliz.
Posso cair e sofrer. Sei me levantar, não fico ao chão.
Sou feliz, sou capaz, sou luz.
Sou apenas mais um, descoberto entre tantas estrelas.

By: AyKe.Hanedef.

21.10.10

O amor


O amor é polêmico.
O amor é vulgar.
O amor é inquietador.
O amor é sedução e vida.
O amor é simplesmente o amor.
O amor nos deprime.
O amor nos alegra.
O amor nos transforma.
O amor dita nossas regras.
O amor enlouquece.
O amor perturba.
O amor é o amor.
O amor nos empalidece.
O amor nos enaltecesse.
O amor é o amor.
A vida é feita de amor.
A família é feita de amor.
As nossas escolhas são feitas por amor a vida.
O amor é movimento.
O amor é sedutor.
O cupido negro, o anjo mau.
O amor é social. É casual.
O amor pode ser mau.
O amor pode ser burro.
O amor pode ser cego.
O amor pode ser perdão.
O amor pode ser perda.
O amor é trino, é uno, é sem limites.
O amor é expresso.
O amor é luta.
O amor é um ideal.
O amor é um sonho.
O amor é uma esperança.
O amor é o amor.
Não se precisa estar apaixonado para falar de amor.
Amor é vida. Amor é educação. Amor é cultura.
Mas amor que é simplesmente amor,
Não seduz, não se multiplica.
Não se difere, não se publica.
Este é o amor. Este é o dilema.
Amor é doença, amor é fatal,
Amor é traição. Amor leva-nos ao bacanal.
Amor: simplesmente uma palavra.
Amor: simplesmente um sentimento.
O mudar com tudo.
Iluminar sua mente.
Amor é equilíbrio.
Amor é amar.


By: AyKe.Hanedef.


18.10.10

Fim da Lascívia


Eu vivi sempre em busca de amplas respostas.
Em busca estressante porém busca dilatada, larga em sentidos.
Mas eu jamais gostaria de ouvir algo indesejado aos meus ouvidos.
Você pode aguentar a pressão, mas é espaçoso, quer seu espaço.
Não está liberto, vive encarcerado, passa por extensas crises.
Mas o importante é saber o por que você buscou por seu mundo de perfeição.
Então ele vai, mesmo sabendo que o caminho é comprido. Possui ao menos ambição.
Mas ser ridículo não nos conforta nas crises. Tentamos ser normais.
Com a esplêndida loucura seu ridículo aparenta ser bom.
Com o pensamento difuso, com palavras minuciosamente preparadas,
Comando cerebral demorado, ofensas e palavras duradouras e usurpadas.
O vento frio, o calafrio que ultrapassa para a alma.
A sensação da dor da perda, do final de alguém.
Então vem o sofrimento. Tudo foi avisado, demonstrado sinais.
Com a criança e sua brincadeira veio o calafrio, sua mente se inflamou.
Após tudo, o degolamento, os tiros, as facadas e o fim. A criança não chorou.
Com o infeliz adolescente sua principal revelação.
Veio o calafrio, com ele os gritos, a mente atordoada, a percepção.
Após tudo o descanso, o erro, a separação. O adolescente ficou só no mundo.
Com o jovem, depois do sofrimento, veio o calafrio.
Após tudo, o mesmo erro, a doença, mas ainda não a morte.
Buscava por respostas. A terra engoliu meu amor, meu passado.
Não pertenço ao mau. Busquei por caminhos errados. Por desvios dispensáveis.
Agora calculo o que realmente existe em cada ação e atitude.
Sei que é bom, sei que será bom, sei que foi bom.
Encontrei o equilíbrio. Não vivemos sem um Deus.
Apenas não devemos se apegar demais a conceitos pré-programados.
Devemos nós mesmos buscar por nossos conceitos próprios.
Posso empalidecer, posso desfalecer, posso morrer.
Posso enriquecer, posso reviver, posso apenas ser.
Posso tantas coisas. Não vivo de lascívia. Posso tudo.
Sou livre por poder fazer tanta coisa.
Busco por saúde espiritual para realizar mais.
Não desânimo. Sei que escrevo para mim mesmo.
Mas não deixo de manifestar o que realmente eu penso.
O que realmente eu sou, o que realmente eu faço.
Se penso, sou e faço, sou livre para tudo.
Por isso revelo: penso sim em amor.
Por isso revelo: sou sim uma verdade.
Por isso revelo: faço sim coisas impossíveis.
Fim da lascívia. Mãos a obra!.

By: AyKe.Hanedef.


13.10.10

A Redoma de Fogo


Atrás de sua redoma de trevas,
Com seu rosto ensanguentado. O ser manipula e é manipulado.
Tudo deve se encaixar na sua realidade, se não vira uma tragédia.
A contradição é seu codinome, e não vive de fantasmas passados.
Busca a perfeição. Vive em sua redoma. Atinge a realidade.
Despedaça você e sua vida e ri com um sorrisinho assassino. Que sucesso!
É um embrião, é incapaz de se mover. Viva a sua redoma!.
Seu estilo é único. Vaidade o conduz. Seus pés de porcelana.
Busca por lugares. Busca as pessoas. Busca por fogo, pelo falo.
Sua capa preta esconde a sua grande glória. Sua ascensão nas sombras.
Sua doença não é buscar beleza. Sua doença é vergonhosa, é normal.
Quer o seu amor. Antes porém, busca a sua alma.
O psicodélico é nebuloso. Paz de corpo, guerra de espíritos.
Você nasce da mulher. Homem porém é seu criador.
Essa é a redoma. O santíssimo segredo da vida. Sexo é religião.
Não querem seu dinheiro. Mentem sobre o assunto. Querem você.
E você pertence a este jogo, não questione. Use sua mente vadia de poder.
Vire o predador porque todos apenas são presas. Fracos elos.
Não mostre seus dentes, mostre suas garras. Redomas de fogo.
Não temos absolutamente nada a perder. Tudo é uma mentira verdadeira.
Você vaga pelos mundos em busca do fogo sagrado.
O espírito busca o equilíbrio. O corpo busca a perdição.
Você luta contra o carnal, você busca por respostas que te satisfaçam,
Que encham sua barriga sem dar indigestão.
Fingir que sabe não muda sua vida. Busque por respostas.
Pense o porque das coisas, o porque das letras e palavras.
Viva!. Você é um espectador barato, manipulado, enfeitiçado!.
O segredo do embrião é sua redoma de fogo.
O segredo da religião é absolutamente um segredo.
Quem não sabe fala, quem não fala sabe.
Se vai com sua redoma, serpente venenosa, pestilenta cobra do deserto.
Pode ser carbonizado por sua redoma,
Mas sabe lidar com o fogo. Sabe lidar com seu cinza.
Sabe lidar com você. Cuidado.
Fujo da guerra dos mundos, possuímos redomas.
Buscam nossas almas. Manipulam nossas mentes.
O fogo queima e se apaga. E sua alma se inflama.
E tudo se acaba, tudo se basta do fim.

By: AyKe.Hanedef.

10.10.10

Se...

Se eu não fosse apenas um mero garoto.
Se pudesse ao menos uma vez pensar em alguém.
Se eu quisesse curar minhas dores.
Se eu tivesse um outro lugar para morar.
Se conseguisse viver com meras quedas.
Se sofresse menos a cada segundo que respiro.
Se parecer feliz me basta, me basto só.
Se aparentasse ser um pouco menos egoísta.
Se transformasse minha vida em solução.
Se vendesse minha alma e me deparasse com a face da morte.
Se devorasse corações em vez de ser devorado.
Se momentos bastassem por uma vida.
Se tudo estivesse ao nosso alcance.
Se você fosse recompensado por viver mal.
Se mudança fosse algo normal, e você sempre mudasse.
Se não existissem lágrimas, apenas sorrisos.
Se a vida parasse em determinados momentos.
Se sua familia fosse cinematográfica. Tudo acabaria bem.
Se sorrisos crescessem em árvores e ninguém dissesse não.
Se o silêncio fosse menos doloroso.
Se valorizassem o que você faz.
Se a morte vangloriasse o homem.
Se viver fosse uma grande mentira.
Se pudesse escolher aonde e com quem morar.
Se os problemas acabassem e tudo fosse como antes.
Se...
Só sei que meus "se", não valem mais a pena.
Tenho que mudar e sou obrigado a isto.
Uma hora tudo iria pedir por mudança.
Vou ter que acostumar-me com isto.
Vida sintética, vida patética, pessoas ignorantes.
Lugares mesquinhos, desejo profano. Seres pensantes?
Vá dizer ao mundo o que você pensa sobre ele.
Cansei de "se". Não vale a pena se estagnar por pessoas mesquinhas.

By: AyKe.Hanedef.

9.10.10

Moda


Como não ser e viver por ela?
Como não gostar, como odiar, se a moda é bela?
Usar e abusar das cores, do instinto que dita.
Ser e observar os empecilhos. Ela é maldita.
Usar um Armani ou Macqueen. Tudo é beleza.
Possuir postura, brilho, encanto e personalidade.
E se matar pelo algo que não suporta vira proeza.
E viver com muitas cores, com muito preto, trás inimizade.
Só por que é homem, não se veste de moda.
Só por que é algo estranho, não dá nem corda.
Você não e nunca nasceu para a moda. Ela nasceu para você.
A perfeição não existe. A beleza é espiritual.
A moda divide, e mais, é a personificação do mau.
Viver de sua forma, ou impor a sua forma?
A moda é algo divino, que nos deforma.
Somos algo indecente, e acertamos no azul para a estação.
Com o bizarro, nós alcançamos a tendência do verão.
O tecido, a costura. Malhas. Tudo é perfeito.
O cabelo, a postura, a silhueta sem defeito.
É a moda. É liberdade, é seguir padrões.
É ser odiado, ser aclamado, viramos vilões.
O corte reto para direcionar ao acabamento final.
A dose de Yin/Yang, a dose mortal.
O gosto popular, o gosto exagerado.
O gosto esquecido, o amor desengonçado.
A paixão eterna pelo gosto de vestir-se.
Os lucros, a maldade, a padronização. Tudo tolice.
Com convicção e com estilo, raiemos beleza.
Com status, poder e um bom terno, ganhamos nobreza.
A moda é minha, sua, a moda é amor.
Usar, possuir, ter, omitir, orgulhar, sentir dor.
E ser influência é usar o anormal,
A moda soma, multiplica. Genérica para refletir.
E nos usam, e reinventam, tudo para persuadir.
É tudo muito passageiro. A moda vai e vem.
É tudo muito psicodélico. Na verdade ela é do bem.
A moda é um demônio viciante.
Os ternos, as gravatas. É muito empolgante.
Não se aceitar. Mas você se veste mal.
Chorar e mudar, saber escandalizar. É muito legal.
Tentar terminar algo do real.
Saber possuir, matar e destruir. É o sinal.
Dinheiro é tudo, com a moda é excelente.
Somos maquiados a um diário enlouquente.
Mas todos nós apenas esperamos por motivos.
E se identificamos, e se vangloriamos, ficamos comovidos.
Buscamos pelo novo, buscamos idéias.
Mas somos comuns. Dividimos gostos e misérias.
Essa pandemia é muito acolhedora.
Temos nossas vidas e mentimos numa boa.
Porque a moda disfarça e se multiplica.
Porque moda impõe, porque moda fabrica.

By: AyKe.Hanedef.