23.2.11

Deus


Como falar de Deus e não falar de liberdade.
Como dizer em nome de Deus e restringir escolhas.
O amor nunca será amor se for preso.
Se Deus é o ar ele também é o sol.
Ele é a natureza, ele é eu.
Sou sua imagem e semelhança.
Semelhança significa de maneira idêntica ou da mesma forma.
Se ele pode criar, eu "da mesma forma posso".
Se ele é imortal eu "de maneira idêntica" também sou.
Uma interpretação é tudo, mas quando bem interpretada.
Não interprete uma pessoas por seus modos.
Quem interpreta o superficial é um ser superficial.
Não está nesta vida pra nada.
É superficial pelo fato de não enxergar sua própria cara.
Nem face chega ser, pois de tão irracional não merece esta palavra.
Um animal do qual não consta meta alguma.
Mas é o que se espera de alguém irracional.
Tantas chances possuímos.
Quem as valoriza?.
Quem as enxerga seria o correto.
Mas não quero falar sobre sepulturas de Deus.
Quero falar de Deus vivo e presente.
De pessoas que vivem de sua maneira, em seu mundo.
Não loucos em seu ver, porém tachados de estranhos.
O estranho não é a pessoa que sofre deste mal.
Mas sim quem vê isto nos outros,
E não se acostuma com a mediocridade de sua vida.
A infeliz. Talvez a vida da felicidade falsa.
Espiritualização. Isto é uma ponte.
A ponte que interliga os mundos.
Este é o ponto do conhecimento da parcela Deus.
Esta é a maneira concreta de se achar.
De não olhar os outros como estranhos.
Cada qual nasce de sua maneira.
Vive no seu mundo.
O que é incorreto é afetar este mundo.
Desestabelecer o equilibro da mente de outra pessoa.
Este sim é um pecado.
um verdadeiro pecado.
Não um pecado falso como o ser quem é.
O que começa com falar de Deus,
Se torna uma arrogante forma de manifestar-me.
De falar sobre uma pessoa que não tem um pingo de respeito a si mesmo.
Que não enxerga sua vida.
Que observa o meu mundo, em vez do seu.
Mas isto já é caso de esquecimento.
Não para a mente que se controla.
Mas para a alma que perdoa.
Uma misericórdia de caráter divino.
Mas acredito que um dia aprenderá.
Espero que não de uma forma dolorosa.
Que olhe seu mundo.
Deus sabe o que faz. Deus pode tudo.
Eu sei o que faço. Eu posso tudo.
Sou parcela Deus. Sou alma.
Sou parcela universo. Sou homem.
Obrigado Deus.

By: AyKe.Hanedef.


20.2.11

O Rito da Lua

Ao entoar o canto a lua. A saborear o prazer e a paz que cura. A amar o céu negro e as estrelas. Ao se apaixonar pelo vento, a penca de rosas vermelhas. E querer tudo bem tracejado. Do começo ao fim um mau ainda não começado. Um vício, um desafio. um resquício da primavera de Abril. Um grande poema épico declamado. Um pequeno pensador de mente perturbado. E a magia da noite encanta. E com a magia da noite a alma se espanta. E são mencionados momentos do passado. Do presente e do futuro inacabados. Do direito de viver e lutar por objetivos. E ser jovem o suficiente de caras com sorrisos. Abertos e fechados a luz do luar. É lua cheia e tudo vai continuar. O canto, a festa, o traço. A fita, a algema, o abraço. Quem sabe o toque do mundo do "quem". Ou quem sabe o cheiro negro do estar bem. De possuir um rito. De poder dar um grito. De ser assim e gostar sem reclamar. De agradecer a lua por me dar o luar. De agradecer o sol por vida me fornecer. Por fuzilar na mente o negativismo até desaparecer. E entoar o canto chamando Deus. Os filhos da Terra, os filhos que são seus. Obrigado por doenças e fracassos. Obrigado pela tolice, pelos fiascos. Enfim obrigado por ser o caçador e não a caça. Por nunca ter cometido nenhuma desgraça. Por ter nascido e ter sido deformado pelo mundo. Mas agora sim, enfim obrigado por meu tudo. Vampiro negro da lua. Tua alma é minha, minha alma é tua.

By:AyKe.Hanedef.

18.2.11

"Lição Gorda de Vida"


Nem tudo depende de nós.
Fazemos o que pudemos. O resto sem chance.
Vida!.Quem pode compreender ou conceitua-la?.
Nascemos sem conhecimento.
"Morreremos sem" conhecimento.
Auto conhecimento: é a chave do "eu".
Do "decifrar" e entender. Isso basta.
São "alguns dos muitos mistérios" do pequeno imenso universo.
O perfeito quadrado de arestas não iguais.
A perfeita cabeça de uma pessoa incoerente.
Um pequeno e solitário mundo.
Meu pequeno porém solitário mundo.
"O" poço transborda a espera da divisão.
E o vício da perfeição bate a porta.
Mas está tudo "bem".
A felicidade o consome "e" o faz viver.
Perfeição?. Para que se "perfeição" é apenas uma palavra.
O veneno não "corre mais em sua mente".
O fogo não queima mais seu corpo.
Matéria indivisível, pecador porém mais santo.
"Quem não procura não acha."
Quem para nunca chega no fim.
E os propósitos são grandes e cheios de amor e ódio.
Amor por ter um propósito.
Ódio por não alcança-los.
"Mas ele não vê o que está na cara".
Finge. Porém esconde no bolso.
Apenas não se persiga.
Deixe-se ir e não olhe pra própria sepultura.
Não olhe pra trás.
E um corpo já cansado se faz em dois.
Um é carne. Outro alma.
Um é racional. Outro sentimental.
Um paraíso em vista. Uma paciência e calma.
Ser cobaia de um sentimento experimental.
E acabar enjaulado por não fazer o mal.
Por não desistir da negra vida.
Dos negros acontecimentos que acometem e nos fazem sofrer.
Mas alguns ainda entram na vida por cotas.
O doce beijo negro da noite.
O doce sabor do pecado do ritual.
A maravilhosa sensação de ser assim, sem saber de nada.
O incrível momento. A incrível história já escrita.
Escrita em um livro de vários capítulos.
Alguns negros, com fatos ocultados.
Outros em branco, por não ter feito.
Outros rabiscados por fazer mau feito o trabalho.
Mas outros tantos em perfeita grafia, semântica e baboseiras tais.
Quem não ama dançar no escuro?.

By:AyKe.Hanedef.

16.2.11

Religião da Incerteza


Uma imagem compromete o todo.
Um desejo mais que anormal compromete uma vida.
Mas no final tudo dá certo.
O corrompido se torna o merecedor de milagres.
E se encerra os olhares pro absurdo.
O pensamento do louco envergonha o sábio.
E suas incertezas movem um mundo que é todo seu.
E os pensamentos inexistem. Não são acrescentados em sua vida.
Fazendo o louco, ou não, continuaram pensando.
Por isso o tempo é o deus das amarras.
A alegria é a loucura de uma vida.
É a permissão para fazer coisas não racionais.
Coisas da qual nunca faria. Mas agora faz.
Esta é a vida religiosa vivida.
Uma religião incerta. Talvez inexistente.
Mas que recapitulando deu a solução.
Dia-a-dia, momento à momento.
Tudo registrado, esquecido. Talvez arquivado.
Arquivado no setor 2B do passado.
Mas revisto para eventuais problemas sem solução.
Com revisões ou sem elas, passado é passado.
Para continuar, basta continuar a viver.
Se a mudança é necessária, mude completamente.
Não deixe resquícios do que você era.
Pois você é um novo momento.
A chuva de graças de hoje, deve ser usada hoje.
não se guarde a si mesmo.
Viva tudo com intensidade.
Se chorar, entre em prantos.
Se sorrir, que ria por horas, até não aguentar.
Não seja duro nas palavras,
Elas apenas te mutilam e destroem seu social.
Seja suave, fale calmo.
Use a animação.
Seja espontâneo nas ações. Não minta pra si mesmo.
Ria. Perca seu medo.
Cresça. Perca seu medo.
Mude. Perca seu medo.
Aceite a felicidade, mesmo sabendo que é incapaz.
Mantenha o sorriso. Você é feliz e nem sabe!.
Perdoe a si mesmo pelos seus erros.
Lembre-se de quem te pisa.
Olhe nos olhos de quem te despreza.
Rogue a Deus por luz. Por proteção.
Faça jus a sua vida. Aceite ela.
Se você respira, seu fim ainda não chegou.
Sua missão ainda não acabou.
Vá agora viver a vida sem pensar no tempo.
Seja sua religião. Eu sou a minha.
Sou incerto. Sou da religião da incerteza.

By:AyKe.Hanedef.

Obrigado Paulo Coelho pela inspiração, e recomendo seus livros, são bons em conteúdo e conselhos que valem para uma vida toda.

15.2.11

69

"Um desejo".
Tão doce quanto leite condensado,"Um desejo".
Tão aceitável quanto o que é visto no espelho.
A beleza que se manifesta sobre dois corpos.
E que possui jeitos e jeitos.
Questão de sobrevivência?. Não pode ter erros!.
E com um final em "te amo" se despede e sai.
Mas isso não pode ser loucura.
Foram as escolhas que levaram a isto.
E não diz o porque, mas se despede e sai.
Podemos apenas dançar ao sol.
Do jeito da lua. Com a voz da mata.
Com a lua cheia, o amor é fabricado.
Sob o luar. Sob seu vigilante olhar.
E o amor pode ser técnico.
Mas buscamos o melhor. A perca do controle.
A sobrecarga. O aumento de sensações. Do toque.
O momento super-tempo. Onde se gostam e fluí química.
O amor vira doença radioativa. E a festa começa agora.
Perder a cabeça. Não estar em si mesmo.
E que tudo se acabe, pois está é a noite do amor.
Pela manhã ao acordar saber com o que lidou.
Com quem lidou, e porque lidou.
Isso parece bom e precisamos disto.
Acontece com diversão. Acontece com um beijo.
Este é o 69. E pra isto falta um minuto.
E as escolhas são claras. O jogo é incerto.
E a missão do toque, das aulas de educação sexual.
Das lojas de discos com doses de Whisky.
Da "verdade" ou da "consequência". Do mal.
Do "sim, mas não" ou do "sim, quero pecar".
E se pudesse por alguns minutos me retirar.
E se você me seguisse na minha música favorita.
Olhares indignados de pequenas perguntas.
Mas se sente o paraíso.
Um sentimento que envolve ambos "in love".
Dar algo bom a alguém que controla a sua mente.
E seu coração bate mais alto.
Mais alto que o som e o momento.
E o masoquismo fala tão alto quanto o coração.
E as maneiras de excitação se tornam múltiplas.
Mas gostar leva à coisas loucas.
Tanto e tudo para se fazer.
E voltamos a realidade. Trazem-nos dos mortos.
E o escuro, a noite, a lua, o amor, a excitação.
O que começa em 1 termina em 69.
69. O amor é absoluto. O amor é absoluto.

BY: AyKe.Hanedef.

13.2.11

O Vulcão


Prestes a estourar, isso já faz tempo. Prestes a perder a linha e seguir outro rumo. Prestes ao tudo e ao nada. Prestes mais ao tudo. Aguentar?. Quem que te valoriza?. Um mero ser que traz insegurança e desconforto. O que se descobre é turvo. Tudo tem seu prazo de validade. Tudo é podre. Tudo é o meu tudo. O meu, Pois só penso no meu. Um mundo pequeno e vazio. Sem emoções de pessoas quietas e frívolas. Uma familia incapaz de amar. Incapaz de acreditar na vida. Nos passos ao negro. Rumos que se distam. Lados opostos em uma familia igual. Pensamentos que assustam. Venenos que clamam. Atitudes mecânicas. Tudo numa extrema felicidade falsa. Numa paz onde paira o mistério da guerra. E o vulcão explode. Nada sobra aos seus lados. Tudo se vai abaixo. Tudo se inflama em ódio. Acreditar em algo tão azul e perfeito. O dia está mais para cinza em chamas. Amar?. Não ser amado, mas amar. Porque não amar?. Mas amar o mundo. Não e nunca pessoas. Pessoas desacreditadas. Pessoas moralistas. Pessoas fanáticas. Pessoas fantasiosas. Pessoas egoístas. Pessoas mentirosas. Pessoas frívolas. Pessoas mortas. Pessoas incapazes. Pessoas céticas. Pessoas enojadas. Pessoas manipuladas. E pessoas amarguradas como eu. Que por não ser amado é amargurado. Sou odiado. Sou esculachado. Por isso nunca odiarei o mundo. Mundo que me faz pessoa. Pessoa nada igual. Odiarei as pessoas. Por explodirem o vulcão. Por destruirem vidas. Por acabarem com morais. Por acabarem com destinos. E só agradeço, por construirem o meu destino. Por me pisarem e me cuspirem na cara. Por me fazer chorar por semanas. Por me desmoralizarem e me pré-julgarem. Mas saibam nada sou. Sou eu que sei. Sou a pessoa nada igual. Mas nada igual as pessoas. Não e nunca nada igual ao mundo. E acreditem e morram burros. Acreditem e sejam cegados. Acreditem e limpem meus passos. Posso ser nada e tudo. Sou um vulcão. Sou nada igual. Sou perturbado. Sou feliz. E chorem: nunca fui humilhado. Nem por palavras, nem ações. Mas pela tentativa obrigado.

By:AyKe.Hanedef.

12.2.11

Poder Ser Amado


E a liberdade volta a pairar sobre os campos.
Sobre uma cabeça nada morta.
E um grito mudo é expelido ao mundo.
Um grito de liberdade, mas um grito mudo.
E as lutas diárias são necessárias.
Suas recompensas, mas acima de tudo suas lições.
Ser alguma coisa sem sentido e louco.
Não escrevo sobre olhos azuis ou verdes,
Sobre o amanhecer e cantar dos pássaros.
Meu amor é maior. É egoísta.
Amo o mundo. Um mundo que não me ama.
Mas o amor não correspondido é o melhor.
E a vaidade me abate e me desvia do azul.
Azul cor e nunca olhos.
Permito-me amar mas não me toque.
E o que é bom pode melhorar.
E os olhares macabros são uma inspiração a criatividade.
O amor puro é louco. Nada pode ser normal.
Se for pra ir eu vou, pois tudo é meu mundo.
E alguém pode tentar me derrubar.
E o que é um 86 entre milhões?
E uma posição dentre 69?
E as mentiras de um 333?
Mas o melhor é parar e pensar!
Alguém pode querer ainda me queimar!
Mas de nada eu sou, ou sou feito.
Mas dar um tempo é perder alguns dos seus segundos.
E há faíscas entre nós. E precisamos da noite.
Do toque que devora, do escuro que transforma.
Do medo que apavora. Do prazer que nos deforma.
E ser um simples alguém não é suficiente.
E o branco da rosa que chora.
Chora em um dia nublado, porém quente.
E assim se manifesta meu amor.
Um amor ao mundo. Ao meu mundo.
A minha vida. A minha maneira de enxergar às cegas.
E os heróis todos são reais.
Pois a realidade contorna seus limites.
Pois quem acredita sabe fazer ser real.
Não basta trazer os ensinamentos em mente.
Ponha-os em prática. Prove o quanto de fé existe em seu recipiente.
E fazer tudo por amor e pelo amor.
Esta é a minha liberdade.
Este é meu plano de vida.
E quem sabe um final.
Quem não ama pode ser amado.
Mesmo que sem recompensas.
Busco por lições não por recompensas.
A enxurrada de desprezo é inspiração.
Quem sabe assim poderei ser amado.

By: AyKe.Hanedef.

7.2.11

A Divina Luz

Quando tudo se apresenta em escuro, quando achamos que a solução não existe, descobrimos nossa divina luz. O que parecia sem explicação se torna obvio. Tem dias que penso demais. Tem dias que penso de menos. Tem dias que nem penso, e esses são os melhores. Se sou feito a imagem de meu Deus, posso eu me sentir triste e sozinho?. A tanto a se fazer e tão pouco tempo. Tem dias que sou um drama. Em outros sou realista. Sou meio pragmático. Mas busco pelo aprimoramento. Nunca a perfeição. Minha divina luz. Guia-me a esperança. Minha divina luz, plena de misericórdia. É sobre ela que se rege o universo. É dela que são feitas as coisas visíveis e invisíveis. Ela é força. É tratamento. Ela é equilíbrio. É o bem e sofrimento. Nem tudo é tão mau assim que não possa ser bom. Nem tudo é tão negro, nem tudo é tão divino. Se o sangue me pulsar, saberei o que fazer. Se a vida me assustar, saberei a quem recorrer. pois sou uma parcela de um vasto universo. Sou um universo. Sou carne, sou alma. Sou divino, sou luz. Talvez um pouco mau. Se a luz está em mim eu sou minha solução. Perseverança é a palavra. Alegria um modo de vida. Equilíbrio a solução. Nada é acaso. Motivos não existem. Essa é a bela vida. Essas são frases de fácil compreensão. Nada está escondido, pois tudo foi revelado. Esse pode ser um começo ou um final. Este pode ser o momento exato de parar ou recomeçar. Nunca se é tarde para recomeçar. Nunca se é tarde para aprender a viver. Não viva por obrigação. Mas sim por gratidão. Pois tudo que se ganha sempre é bom. Tudo que se perde também se ganha. Mas isso são questões de escolhas pessoais. De caminhos escolhidos e sem volta, e do seu entendimento. Existem vários deuses. porém todos são um. Assim como o um é o todo. Pois a luz divina é tudo é um. Assim como somos a parte do todo. Luz divina se faz homem. E o homem se faz em luz divina.

By:AyKe.Hanedef.

5.2.11

O Fantástico Esmagador de Sonhos


Por um momento não saem as palavras. Pois a cabeça não pensa. O estômago está vazio. E por um simples descaso você perde um sonho. Você vive e morre e vive. Mas isso é a vida. Este é o mundo. Um fantástico esmagador de sonhos. Sempre haverá alguém melhor. Mas este é apenas o começo. O que te deixa sem palavras, te faz sorrir. Nem todos possuem a mesma sorte. Mas ambos tem corações diferentes. Problemas sem solução obvia. Busquei um mundo. Subi no céu. Mas não era meu. E a queda foi feia. E perdi meu coração. Me esmagaram. Eu quero apenas dançar com o monstro. O ser enfadonho que habita minha cama. E sem coração parar de respirar. Pois a vida destruiu um sonho. Não quero me acabar. Mas me acabei. Não quis nem pensar. Mas pensando chorei. tantos sonhos esmagados. Tantas decepções. Tantas quedas, tantos tropeços, tantos esbarrões. E eu sei que sou jovem, mas não tenho mais sonhos. E me revelar o verdadeiro amor. Um atrasado porém verdadeiro. Um distante sonho, que me faz ser real por uns segundos. Mas apenas sou mais um alguém. Mas alegro-me por ainda ser alguém vivo. Com tantos nomes e sem sonhos no coração. Pois o meu viver foi esmagado. E assim fiquei à espera da solução. Aguento mais ainda?. Belos sorrisos e belos projetos. Um não para uma vida de nãos. Mas um sim para mim mesmo. Não aprendi a ser o bonzinho. Mas também não sou um monstro. O que me fascina é o mundo. O grande e fantástico mundo. Esmagador de sonhos. Opressor de oportunidades. Mas esta é a boa inveja. Vivida pelo esmagado e destruído ser que escreve. Obrigado fantástico destruidor de sonhos.

By:AyKe.Hanedef.

4.2.11

O Mundo Imaginário do Alguém

Por toda uma vida. Por saber que é um todo. Mas isso não é para sempre. Sempre, é muito em um simples caso. Caso do passado, já meio esquecido. O que se viu já foi demais. E o som. E a voz. E a imagem que se faz. Tudo é um simples momento. Não saber escrever muda uma vida. Algo simples que não era tão simples. Mas nada se faz. A espera não acalma. E uma pessoa se transforma em três. E quem compreende ela?. Um espelho que reflete. Uma vida incompleta. Isso pode ser demais. Uma caixa que me aperta. Uma vida que sufoca. Um destino que é incerto e algo traz. E uma unica certeza. Meu mundo negro. Meu mundo paranóico. Meu incompreensível mundo. Mas meu. tanto tudo, mas não sou nada. Não entendo, sou assim. Louco porém ciente. Feliz porém tranquilo. Pois tudo é ilusório e passageiro. Assim como a vida. Minha cabeça se fecha e acaba meus ciclos. Uma face se quebra e nem pedaços sobram. Que mundo!. Que mundo!. Não penso, não escrevo. Não presto?. Eu me sinto. Sou de outro mundo. Que coisa estranha. Mas isso é bom. Um calor sufocante. Um alívio na alma. Energia renovada. Vida nova. Meu fantástico mundo. Meu inabalável sofrimento. Uma beleza em construção. Sem fim marcado. Meu projeto paralelo. Minha vida feliz. E que se ergam as bases. Pois este é meu mundo. Um mundo em construção. este é meu mundo. um mundo que não para. Um mundo nada igual. Um mundo sem sentido. Um mundo perfeito para mim. Um simples mundo. Porém meu simples, fantástico, inabalável mundo. Mundo meu. Mundo meu. Cabeça vazia. Esperança, paz, minha vida, alegria. Mente minha. Equilíbrio. Mundo meu. O inacreditável porém existente mundo. O mundo que é meu.

By:AyKe.Hanedef.

3.2.11

Sorriso Negro

A peste negra que castiga uma vida. Vida carregada com vítimas já certas. E a doce obsessão pelo sorriso negro, empolga, e o belo é absorvido pelo próprio ego. Mudam-se as direções. E a sorte baseia-se no prazer. Para aonde eu vou?. A salvação vira acontecimento. E os exemplos são reais. Tudo pelo sorriso negro. Pela emoção do sem saber sabendo. A mente se inquieta. Precisa de ajuda?. E a luz da faísca se apaga. E sua perfeita vida se ascende. Tudo é bom. E é bom!. O podre se torna o delicioso pecado. E apostas são cumpridas. Tudo permanece na perfeita ordem. Mas não quero o meu em dinheiro. Um mundo que incompreende. Que atira sobre você toda sua repugnância. E a felicidade se desfaz como fumaça. E assim se acaba mais um final. Cólicas e dores em um mundo sem jeito de mundo. E uma taça de vinho feito pelas mãos de quem te apavora. Mas o espaço não é vago. Não há vazio onde o vazio permanece. E você fica com o mesmo sorriso. O sorriso negro que te cativa. O sorriso negro que fala por si mesmo. E nunca mais se toca por medo. Medo do sorriso. De anseio. E frases vazias te fazem sorrir. Pois palavras fogem da mente. E os monstros são expelidos de bocas. Bocas de sorrisos negros. Bocas cheias de mentiras. Que cativam pelo seu mistério. Que encantam por sua beleza. Que assustam por suas verdades. Apenas sorrisos negros e nada mais. Lábios selados pelo veneno da inveja, e pelo gosto do poder ter um mundo. Todos são programados monstros. E trocam seus corações por belos sorrisos. Por oportunidades que se auto renegam. Por vidas que atrapalham, e se bastam de um sorriso. Do negro sorriso que me faz vibrar. Do negro sorriso que hipnotiza. Do negro sorriso indecifrável de luz. Que ilumina uma face. E que regenera uma vida. Apenas um sorriso negro nos basta. E pronto. E fim.

By: AyKe.Hanedef