26.3.11

O Eu de Hoje Ontem


Estou pronto agora,
Para uma vida que será completa?.
Cheia de grandes coisas?.
Cheia de grandes loucuras?.
Um grito para a vida.
Agora me sinto completo.
Puro de alma?. Liberto o passado?.
Este sou o eu de hoje ontem.
Com opinião sempre própria,
E definida pelo meu meio.
Um ser que não desiste.
Que cumpre suas promessas. Quase todas.
Que ama viver.
Que aceita os problemas e é um idiota.
Que não se ama por ser do seu jeito.
Este sou eu de hoje ontem.
Completo por dentro.
Em construção por fora?.
Sou o mundo que construí.
Sinto que a roda da vida gira.
Que mudo e nunca serei o mesmo.
Assim como a cor do meu cabelo.
Hoje sou feliz,
Sou orgulhoso por tudo que recebi.
Esta é minha magnífica vida.
E minha alegria é meu vicio que me faz viver.
Um dos meus melhores vicios.
Cansei de olhar pra trás e pra opiniões.
Cansei de projetar a perfeição.
Cansei de reclamar da vida.
Cansei do que já acabou.
Hoje sou outro eu?.
Sou agradecido por ser outro?.
Por poder sofrer?.
Por poder respirar?.
Por poder viver?.
Por poder adorar?.
Adorar o criador e a criatura.
Por que nasci desse jeito.
E fortifiquei meus pilares em chão bruto.
Agora sou eu.
Agora sou feliz.
Agora me expresso.
Agora eu posso tudo.

By:AyKe.Hanedef.

23.3.11

O Traidor e a Prostituta


O traidor e a prostituta,
Quem merece o perdão.
Quem merece tomar uma porção,
Das lágrimas do perdão divino.
Aquela mulher que gosta do prazer,
Aquele homem que trai o seu irmão?.
Ambos vão. Ao céu ou ao inferno?.
O mau deve ser aceitado para achar a luz.
Saber não significa nada.
O pratico engrandece.
O belo apodrece.
O feio amadurece.
A mente se fortalece.
Os mundos mudam.
E se encerram nas trevas da luz do Deus.
Na luz de sua conjugue mãe deusa.
Assim se faz um jogo tão disputado.
Uma prostituta, um traidor.
Uma Madalena e um judas.
Uma vida e uma alma.
Vida puta.
Alma traidora.
Vida que te faz uma puta.
Alma que te troca por cobiça.
Controle de algo superior que nem se pensa.
Quem pode achar que está perdoado.
Se pagar que se pague bem pago.
Se viver que seja bem vivido.
Se morrer que morra bem morrido.
Todos chegam o mais longe o possível.
Um mundo negro te leva pra luz.
Um mundo lúcido demais te cega os olhos.
Um mundo cheio de vidas prostituídas de verdades.
Um mundo cheio de traidores de atitudes.
Traidores que escondem seus desejos por vergonha.
Traidores de suas essências humanas.
Traidores da verdadeira obra do universo.
Amantes e prostituídos por razões incertas.
Razões mentirosas e impostas.
As belas prostitutas divinas e misericordiosas.
O belo mundo azul que se faz em trevas.
O que se faz e o que se fez?
Um passado que deve ser deixado,
Mas nunca ignorado.
Sua cruel e brutal era das trevas.
Da certeza falsa.
Da transmutação de fiéis em prostitutas divinas.
De sábios em meros traidores de sua mente.
Cegos de alma, mortos vivos que não vão.
Muito se fez em oposição à palavras falsas.
Mas o mundo hoje são das prostitutas divinas,
E dos traidores da mente e vontade.
Nunca será dos verdadeiros humanos.
Daqueles que não mentem a si mesmos.
E não se submetem à prostituta religião da certeza.
Pois nada é certo, assim como nada é errado.
Betrayed and hooker...

By:AyKe.Hanedef.

19.3.11

Perigeu

O que os próximos 20 anos nos reservam?
Quem sabe um novo perigeu.
Quem sabe uma nova vida.
Quem sabe um apenas quem sabe.
Em 18 anos o mesmo fato acontece.
Mas não apenas algo científico.
Um novo nascimento quem sabe.
Algo especial para pessoas em particular.
Para os amantes da lua.
Para os amantes da vida e do amor.
Um dia especial e que flui muita energia boa.
O amadurecimento, o perigeu.
Para os caçadores e não à caça.
Para os adoradores da deusa lua.
A prata e seu brilho.
A água e seu brilho.
A vela e seu brilho.
O nascer da perfeição. O canto perfeito.
A rosa branca. A mente branca.
Tudo é muito perigeu.
E não tem como se controlar.
Um nascido da lua, venera sua mãe lua.
Uma lua. Uma mãe. Um complemento.
Não há outro jeito.
E o mesmo brilho nos envolve e nos transporta.
Uma experiência mágica.
Um encontro mágico com seu eu.
Com um mundo que te odeia.
Com um momento que é todo seu.
Seu e de sua mãe lua.
Este é o perigeu.
E apenas estas palavras bastam.

By:AyKe.Hanedef.

14.3.11

A Espera da Chuva


Ela vêem?. Qual é o engano?.
O porque do vento do mau?.
Pela quaresma?. Por que?.
O porque do brilho misterioso?.
A fanática lua pinta a noite.
O fantástico vento traz o afoite.
Algo se passa. Não sei a verdade.
Algo me chama. Estranhamente me chama.
Por que você me chama?.
Meu espelho mágico não funciona.
E a chuva não vem.
Não me irrite. Essa noite é macabra.
E a lua me fascina.
E o vento não me engana.
Vêem chuva. Isto é fato.
E a partir deste dia se inicia o fim.
É a partir deste dia que se inicia o fim.
O frio do plano frio.
Do controle do incontrolável.
Do fascínio por algo do todo.
Do fascínio por cobiça. Por certeza falsa.
Isso é o que diz o vento.
Isso é o que está escrito nas estrelas.
E o que se escuta no miar do gato no mato.
E a chuva se aproxima. Logo chegará.
E a espera assusta.
O barulho assusta.
Uma alma descida e partilhada.
Chega ao mundo, e seus "eus" são pagãos.
E a sua mente já foi calculada.
Não nasceu para salvar os "irmãos".
Cadê as nuvens?. Muito estranho.
Vento da chuva que renova?.
Vento do nascido que renovará?.
Que vento chega a mim?.
Quem nasce de tu oh "Terra"?.
Este é o sinal?.
A chuva?. O tremor?.
Não quiseram mais foram?.
Este é o vento que chega a mim?.
Seja qual foi, vai chover.
E eu espero a chuva.
Não, nada mais é certo.
[...]
Mas hoje eu sei que não choveu.

By: AyKe.Hanedef.

12.3.11

O Projeto

A proeza da mentira.
O remediavél mistério do coração.
O sentimento de um verdadeiro engano.
O esperar por um futuro incerto.
Independente de um eu interior e superficial.
Obstáculos para não chegar a nada.
Rotina vazia que compromete uma mente e sua renda.
Pois tudo é burocrático e infinito.
Pontos, linhas, trajetórias em comum.
Momentos espetaculares, projetos rudimentares.
Projeto é futuro, presente e passado.
Estão por vim, começaram agora, já estão abandonados.
Mas o que é belo não possui conceitos até então descobertos.
São escondidos, são meramente inacabados.
Por não possuírem uma fé. uma convicção.
Por entender o superficial, nunca o mais complexo.
O mais inevitável, o mais remoto senso comum.
E tudo é vomitado numa extrema proeza.
E jogos de palavras são tão montados ao acaso.
Tudo desce, tudo vira concreto.
E assim nasce um projeto.
Assim nasce um tema.
Até então só eram letras com fonemas e palavras.
Agora é um nascente pensador não humano.
Um elenco de frases do grande "espetáculo universo".
O projeto que custa caro.
Que cumpre horários e tempos estipulados.
Que obedece à risca as etapas.
E que nunca positivamente agem.
Grande aberração humana?
Se souber avise.
Mas este é o roteiro.
E pode ser agora. Pode ser o futuro.
Nunca o passado.
Meu projeto que edifica.
Meu projeto que é só meu.

By:AyKe.Hanedef.

9.3.11

A Comovente Saga do Senhor Razão


Meu nome é razão.
Não possuo um momento.
Ajo com determinação,
Pois penso e tudo tem seu tempo.
Não sou o senhor do mundo,
Não possuo dualidade,
Ou é sim ou é não,
Não ajo com minha liberdade.
Somente eu tenho a palavra,
E a palavra é sempre certa,
Não duvide do que eu sou,
E para o mundo não estou aberta.
Sou um pouco egoísta,
E esta é minha saga,
Quando penso logo vem,
O ferimento com a adaga.
Pois este é meu instrumento,
E o uso sem ter dó,
Pois não vivo da emoção,
Mato quem não me aceita. fico só.
Mais esta é minha saga,
Este é meu pensamento.
Então não discorde de mim,
Pois sou a razão e não o sentimento.
E minha vida chega ao fim,
Pois depois de mim,
Nascerá uma outra!.
Uma outra razão,
Uma outra situação,
Um novo nascimento!.

By: AyKe.Hanedef.

6.3.11

A Mão


E eu tentava me enganar que havia apertado,
A mão que me afagava.
E a cabeça não parava. Era um deja-vú do passado.
A mão que me amava!.
Tinha medo de machucar,
E se soubesse que tudo iria acabar!.
Sua força comovente, seu desejo de me dizer.
Para meu pensamento, você iria sim viver!.
E voltei tão feliz para minha casa.
Mas há coisas que na vida passa, e nos arrasa.
E pelo mesmo amor te dei minha vida.
E agora só espero uma partida.
Se possuo medo?.
Não!. Sou firme, não cedo!.
Como posso não te amar?.
Como posso não pensar?.
Foi um erro, e minha ilusão.
Agora vivo com muita emoção.
Pois junto com você, enterrei o meu coração!.
Vivo não!.
Se o amor morreu em mim, deixei fluir um outro eu.
Um eu que não sou eu, e não sou seu.
Uma simples mão!.
Após a pior das noites.
Após o pior dos aniversários.
Após o pior da vida.
Quem é que vai me abraçar, quando eu choro?.
Quem é que vai me dar o seu amor, quando eu choro?.
Pensava em mim, me compreendia!.
O único ser sincero, em minha vida!.
Mas tudo passa muito rápido.
E momentos viram mágicos.
O quanto se pode aprender?.
Nunca pense que não vai acontecer!.
Pois tudo acontece. E em menos de um ano.
Tudo nos muda e muda nossos planos!.
O único amor. O único sentimento.
Sua alma em pleno céu, meu ser em desenvolvimento.
Apesar de tudo, agradeço à Deus pelo meu atual momento.
Por estar ainda vivo, por desenvolver meu pensamento.
Por possuir amigos, por possuir alegria.
Por viver minhas farras, minhas fantasias.
Por me lembrar daquele momento, do contato de duas mãos.
Do valorizar o meu agora e não me importar com opinião.
Não gosto de lamentar, o quanto a vida nunca me dá.
Mas possuo um grande anjo que sempre irá me ajudar.
Por isso abasteço minhas forças, pois sempre é o momento.
De viver um agora, sem se preocupar com os tormentos.
Não minto quando falo que sou feliz.
Motivação me move, da vida sou um mero aprendiz.

By:AyKe.Hanedef.


4.3.11

Green Man


A Donzela, dama da primavera começa sua fase.
É lua crescente e sua cor é o branco.
É a virgem pura e criadora do mundo.
Busca pela juventude eterna.
Faz-nos crescer, pois ela é crescimento.
Este é o início.
Uma raça que cresce dentro de nós.
Uma nova era que nasce a cada nascer do ocidente.
A mãe, rainha do verão.
É lua cheia e sua cor é vermelho.
Traz consigo plenitude de noites de amor.
A abundância da terra e de vida.
A proteção desejada dos problemas.
Ela é mãe, ela é adulta.
A velha anciã, chega após tantos nascerem da lua.
Sua cor é preto e suas luas a minguante e nova.
Ela é o conhecimento final.
Ela é a face negra da ceifeira.
É senhora da morte.
Guardiã das trevas.
Condutora das almas.
As faces da mágica lua mãe.
Ela é força e poder.
Músculos e vitalidade.
Ela cheira à sexo e promessas.
É grande amante do Deus.
Deus filho, Deus pai.
Deus das coisas selvagens.
Deus fertilizador da mãe.
Deus do pânico de Pan.
Nos deixa loucos como Dionísio.
Perdidos com os devaneios de netuno.
Ambos se complementam.
A Deusa e seu Deus.
O bem e mau.
O criador e a criatura.
Não se desespere.
Desespero é escravidão.
Viva sua vida e seja eterno como a lua.
Todos iriam dançar a dança da morte.
Conhecer o senhor dos esqueletos.
E chegar no nosso summerland.
Assim se expressa o green man.
E que assim seja.

By:AyKe.Hanedef.